Notícias

Presidência da República diz que não haverá 'impedimento da burocracia' para recuperar o Rio Grande do Sul

Presidência da República diz que não haverá 'impedimento da burocracia' para recuperar o Rio Grande do Sul
Foto: Ricardo Stuckert / PR

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou neste domingo (5) que não haverá "impedimento da burocracia" para que o poder público adote medidas em nível federal para ajudar a recuperar o estado do Rio Grande do Sul.

"Não haverá impedimento da burocracia para que a gente recupere a grandeza deste estado", disse Lula, que garantiu recursos para reconstrução de rodovias.

Lula deu a declaração ao participar, em Porto Alegre (RS), de apresentação de integrantes do governo federal e do governo estadual das ações já adotadas na região. O estado enfrenta uma tragédia sem precedentes, causada pelas fortes chuvas.

A fala foi feita após o grupo político sobrevoar as áreas afetas pelas enchentes no Rio Grande do Sul.

Pouco antes da declaração de Lula, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), defendeu que o Congresso Nacional discuta alguma medida "totalmente extraordinária", e o vice-presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Edson Fachin, falou na possibilidade de se adotar um regime jurídico "especial" e "transitório" em razão da tragédia.

"A gente deve muito ao Rio Grande do Sul sob todos os aspectos. Queria dizer ao povo gaúcho: o que estamos fazendo é dando ao Rio Grande do Sul aquilo que ele merece. Se ele sempre ajudou o Brasil, eu acho que está na hora de o Brasil ajudar o Rio Grande do Sul", afirmou o presidente.

"Eu estou muito satisfeito com a presença do Lira, do Pacheco, do Fachin, do Bruno Dantas. Eu queria ouvir deles o que eles falaram. Ou seja, não haverá impedimento da burocracia para que a gente recupere a grandiosidade desse estado. Pode ficar certo disso. Isto que está sendo falado, está sendo gravado", acrescentou o presidente.

Os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e o vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Edson Fachin, integraram a comitiva do governo federal, além de ministros do governo.

Lula desembarcou na base aérea de Canoas e, de helicóptero, sobrevoou áreas afetadas pela cheia do Guaíba em Porto Alegre e região metropolitana. Em seguida, na capital, comandou uma reunião com autoridades do governo gaúcho e prefeitos.

O presidente, que faz a segunda viagem ao estado desde o começo das enxurradas, levou uma comitiva dos três poderes até o Rio Grande do Sul. O estado registra até o momento 78 mortes.

G1 RS

----------------------
Receba GRATUITAMENTE nossas NOTÍCIAS! CLIQUE AQUI
----------------------

Envie sua sugestão de conteúdo para a redação:
Whatsapp Business PORTAL DE BELTRÃO NOTÍCIAS (46) 99902.0092 / (46) 2601.0898

Cotações

Dólar Americano/Real Brasileiro

R$ 5,39

Dólar Americano/Real Brasileiro Turismo

R$ 5,58

Dólar Canadense/Real Brasileiro

R$ 3,95

Libra Esterlina/Real Brasileiro

R$ 6,85

Peso Argentino/Real Brasileiro

R$ 0,01

Bitcoin/Real Brasileiro

R$ 331.103,00

Litecoin/Real Brasileiro

R$ 389,00

Euro/Real Brasileiro

R$ 5,79

Clima

Terça
Máxima 21º - Mínima 14º
Céu encoberto com chuva moderada

Quarta
Máxima 19º - Mínima 10º
Céu encoberto com chuva moderada

Quinta
Máxima 19º - Mínima 6º
Períodos nublados

Sexta
Máxima 24º - Mínima 9º
Céu nublado

Sábado
Máxima 17º - Mínima 5º
Céu nublado com chuva moderada

Sobre os cookies: usamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.