Notícias

Ivonete Donatti de Medeiros a artista plástica que se inspira na natureza

Margarete a irmã mais velha pintava panos de prato com tinta e Clarice pintava desenhos em papel com lápis de grafite

Ivonete Donatti de Medeiros a artista plástica que se inspira na natureza

Por July Ioris

Ivonete Donatti de Medeiros nasceu em Francisco Beltrão em 06 de janeiro de 1969. Filha de Fernande Donatti e Olga Michellin Donatti, casada com Claudemir de Medeiros e mãe de Sabrina. Ivonete é formada em pedagogia pela Unopar.

Quando Ivonete era criança ficava vendo suas irmãs mais velhas pintando e desde cedo gostava da arte. Margarete a irmã mais velha pintava panos de prato com tinta e Clarice pintava desenhos em papel com lápis de grafite. Aos nove anos inspirada nas irmãs, Ivonete começou a se interessar por pintura, aos poucos começou a pintar e Margarete acabou se dedicando a outras atividades. Anos depois Ivonete se tornou a pintora da família e hoje as três irmãs pintam juntas, Margarete e Clarice fazem aulas no atelier de Ivonete. Além delas, a outra irmã Salete também se juntou às aulas de pintura.

Ainda na escola ela se tornou a desenhista da turma, já que os colegas pediam desenhos em seus cadernos. Ivonete lembra que o avô Guerino costumava pintar os tradicionais quadros de família que era feitos a partir de fotografias. "A arte já vem de família e eu sempre gostei de pintura, além do dom natural estudei muito e sempre estou me atualizando, pois a arte vai se renovando constantemente", conta Ivonete.

Com o passar dos anos as pessoas começaram a gostar das pinturas de Ivonete e algumas pessoas lhe pediram para ensinar a arte. Na época ela já estava casada e resolveu se aperfeiçoar para dar aulas. "Eu fui fazer um curso em Pato Branco com a professora Jurema Edi Pereira. Quando cheguei lá pensava que sabia pintar, porém percebi que tinha muito para aprender, o curso me abriu os olhos e eu fiquei aprendendo com ela durante cinco anos. Aprendi pintura em tela, tecido, porcelana, madeira, vidro, enfim diversos materiais. Neste meio tempo tive minha filha Sabrina e continuava indo para Pato Branco estudar pintura, por causa do curso aprendi a dirigir e tirei habilitação e já tinha alguns alunos aqui em Beltrão em 1989 abri meu atelier", relata a pintora.

Ela trabalhava com pinturas por encomenda e dava aulas de pintura para alunos de várias idades e de toda a região. Ivonete já teve alunos de quatro ou cinco anos e a mais idosa com 80 anos. Dona Elide de Carli começou fazer aulas aos 78 anos de idade e aos 80 teve que interromper o curso em virtude da pandemia do coronavírus. "Dona Elide começou fazer aulas para passar o tempo e se distrair e encontrou um talento que ela desconhecia. A exemplo dela eu tive muitos alunos que vieram para o atelier com o objetivo terapêutico e alguns deles descobriram um grande talento. A arte é uma ferramenta terapêutica e tem ajudado muitas pessoas. Tenho muito orgulho dos meus alunos especialmente dos que resolveram seguir a carreira artística", diz Ivonete.

Ivonete cursou a faculdade de pedagogia com o objetivo de ter uma formação superior, ela nunca trabalhou com a pedagogia, mas com o conhecimento adquirido na universidade acaba tendo mais facilidade de trabalhar com as crianças em seu atelier. Ela já recebeu várias premiações em concursos de artes plásticas, exposições e eventos e já trabalhou com diversos materiais, há oito anos começou a trabalhar com aquarela. Ivonete não se considerava uma artista, para ela o importante era a sua arte e ela fazia por amor a pintura. "A pintura não era um trabalho para mim, sempre foi uma diversão, uma paixão, aos poucos percebi que me divertia enquanto trabalhava e já faz 32 anos que tenho realização profissional", enfatiza a artista.

A arte proporcionou para Ivonete a vontade de conhecer lugares bonitos como os Jardins de Monet, em Giverny, na França e o Museu de Van Gogh em Amsterdã, que são inspirações para ela e a deram um novo olhar para a arte. Para ela a arte é a essência de sua alma, a sua maior inspiração é a natureza e tudo de belo que ela vê sente vontade de pintar. "Meu trabalho nunca foi um sacrifício, pintar sempre foi uma diversão, uma brincadeira e eu ainda ganho para isso", brinca Ivonete.

Ivonte aconselha as pessoas que pensam que não conseguem desenvolver alguma atividade artística que ela deve tentar. "Quando gostamos de algo devemos tentar, nos dedicar. O segredo para conseguir é ter vontade, dedicação e deixar a alma mostrar o verdadeiro talento. Cada um tem um talento nato e basta desenvolvê-lo", finaliza a pintora.

 

 

 

----------------------

En

----------------------
Receba GRATUITAMENTE nossas NOTÍCIAS! CLIQUE AQUI
----------------------

Envie sua sugestão de conteúdo para a redação:
Whatsapp Business PORTAL DE BELTRÃO NOTÍCIAS (46) 99902.0092 / (46) 2601.0898

Cotações

Dólar Americano/Real Brasileiro

R$ 5,12

Dólar Americano/Real Brasileiro Turismo

R$ 5,30

Dólar Canadense/Real Brasileiro

R$ 3,72

Libra Esterlina/Real Brasileiro

R$ 6,37

Peso Argentino/Real Brasileiro

R$ 0,01

Bitcoin/Real Brasileiro

R$ 339.789,00

Litecoin/Real Brasileiro

R$ 427,49

Euro/Real Brasileiro

R$ 5,45

Clima

Sábado
Máxima 28º - Mínima 20º
Céu nublado com aguaceiros e tempestades

Domingo
Máxima 25º - Mínima 20º
Céu nublado com aguaceiros e tempestades

Segunda
Máxima 25º - Mínima 21º
Céu nublado com aguaceiros e tempestades

Terça
Máxima 25º - Mínima 19º
Céu nublado com aguaceiros e tempestades

Quarta
Máxima 23º - Mínima 15º
Períodos nublados

Sobre os cookies: usamos cookies para personalizar anúncios e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.